Spikes: micro soluções

CarreirasDesenvolvimentoGerenciamento de ProjetosNegóciosSoftwareTecnologia

Não faz ideia de como fazer uma tarefa? Qual solução escolher? Quanto tempo vai levar para fazer uma tarefa?

No contexto de TI, frequentemente lidamos com o seguinte questionamento: “Quanto tempo vai levar essa tarefa?”

Entretanto, responder essa pergunta sem ter qualquer conhecimento sobre a tarefa é muito difícil e quase sempre será uma resposta errada.

Para amenizar o risco e a incerteza, temos o conceito de SPIKE, uma solução com o intuito de identificar “como” implementar uma solução. E é sobre isso que vamos falar hoje neste conteúdo produzido pelo André Andrade, Analista de Projetos (PO) aqui na nata.house. 

Continue a leitura e confira! 

O que é Spike?

Resumidamente, entender “como” implementar uma solução e explorar possíveis soluções, com o objetivo de reduzir o risco de um problema técnico ou aumentar a confiabilidade para uma estimativa.

Para que usar Spike?

  • Tomar melhores decisões;
  • Minimizar a incerteza e o risco de uma tarefa;
  • Diminuir o débito técnico;
  • Ter clareza do caminho a ser seguido.

Quando usar Spike?

  • Quando uma tarefa carrega muita incerteza e risco;
  • Quando uma tarefa é muito complexa;
  • Quando ninguém na equipe faz ideia das possíveis soluções;
  • Quando não se tem certeza de qual o melhor design. (Wireframes)

Exemplo de Spike

Certa vez, em um projeto, precisávamos escolher qual o melhor provedor de mapa. Além de pesquisa (benchmarking), para cada solução mapeada, implementamos um código simples de “hello world” a fim de validar a hipótese de quais delas responderiam com uma melhor aderência, melhor documentação, a menor curva para ser implementada e com o melhor desempenho. 

Com essas informações, conseguimos ter uma tomada de decisão muito mais assertiva para o contexto do projeto e em apenas um dia decidimos com qual solução seguir.

Conclusão

Spike é uma ferramenta excelente para o time descobrir “como fazer alguma coisa”. 

Ela ajuda a validar as hipóteses frente aos fatos, a testar rapidamente, evitar desperdício e auxiliar na tomada de decisão. 

Um ponto de atenção é delimitar o tempo de uma Spike, para que esta não perca seu propósito. Lembre-se: errar pouco e errar cedo potencializará as chances de sucesso em seu projeto.

Espero ter ajudado a conhecer um pouco mais sobre Spike e o poder dessa solução.

Curiosidade

Veja na imagem como através da Spike podemos passar de estimativas incertezas para estimativas com muito mais confiança, esse é um dos conceitos do Extreme Programming no Extreme Programming.Inspiração: XP

_____

_____

A nata.house maximiza resultados para clientes ao focar em um conjunto de tecnologias sólidas usadas por grandes empresas (React, NodeJS e o ecossistema ao seu redor). 

Nossos serviços ficam ainda mais eficazes com o acompanhamento, de engenheiros sênior e de um arquiteto especialista, que ajudam a chegar na solução ideal para cada projeto.

Como não somos apenas desenvolvedores, com uma raíz forte em negócios, abraçamos a evolução e inovação constantes nos processos internos em prol da melhora dos serviços. 

É hora da sua equipe de tecnologia partir para o próximo nível e nós podemos ajudar. 

Quer saber mais sobre como a nata.house pode contribuir para o crescimento do seu negócio? Fale com um dos nossos especialistas! 

Receba conteúdos sobre inovação digital, novas tecnologias, design e desenvolvimento.

Entre em contato

Telefones

+55 31 98426-5166

+55 31 4042-1001

Endereço

R. Paraíba, 330, sala 1006

Belo Horizonte - MG - Brasil